Caça Vazamento
 
Caça Vazamento é com a Porto Alegre
A Desentupidora Porto Alegre também atua na área de Caça Vazamento, atualmente muitos lugares de São Paulo, Interior, Litoral tem problemas com vazamentos e infiltrações onde ocasionam problemas estruturais e gastos desnecessários, utilizamos equipamentos de alta precisão para detectar os mais difíceis pontos de vazamentos que possam ser encontrados, assim nossos clientes podem economizar água e automaticamente reduzir custos em contas.
 
O caça vazamentos ocorre em qualquer tipo de tubulação sendo:
PVC, ferro e cobre; o som do vazamento é capturado por um equipamento de ultrassom que detecta com precisão onde realmente está o vazamento, em canos de alimentação e distribuição, reservatórios subterrâneos de residências, edifícios e indústrias.
 
Além de ter aparelhos de detecção de vazamentos a Porto Alegre tem métodos eficientes que podem também acusar o vazamento realizando testes em torneiras e vasos sanitários sem danificar a superfície analisada. Feito o caça vazamento, o reparo poderá ser executado por nosso profissional especialista na área de encanador, após autorização de orçamento prévio. A execução do serviço é realizada, dependendo do vazamento são trocadas as conexões ou troca de tubulação, dependendo do problema, nossa equipe tem uma vasta experiência em qualquer tipo de tubulação independente do diâmetro.
 
VAZAMENTOS
A maioria dos vazamentos são problemas imperceptíveis e comuns em áreas urbanas.
 
Sabemos que a movimentação do subsolo através de blocos tectônicos, erosões ou aterros que ainda não estão totalmente compactados, provocam rompimentos, fissuras e consequentemente vazamentos.
 
Só com pressurização e aparelhos de ultrassom é que conseguimos detectar os vazamentos e obter excelentes resultados.
 
Os vazamentos que estão no subsolo, como não são visíveis, para localizar são necessários a utilização de aparelhos sonoros de longo alcance. Portanto somente uma empresa preparada e com técnicos especializados pode detectar um vazamento subterrâneo.
 
Todo vazamento em residências ou apartamentos, no foco ou onde começa normalmente desviam e só aparece em outro local, passando a impressão que é naquele lugar e na maioria das vezes você quebra tudo e não descobre o vazamento.
 
Portanto antes de quebrar, contrate uma empresa como a Porto Alegre CAÇA VAZAMENTOS que vai resolver o seu problema com rapidez, sem sujeira e sem barulho.
 
Não esqueça!
Para não entrar ainda mais pelo “cano” a Porto Alegre CAÇA VAZAMENTOS, faz testes preventivos para que o consumidor tenha um custo bem mais em conta.
 
TESTES PREVENTIVOS
Testes preventivos é a melhor solução para o término de obras, pois com os testes você tem a certeza que suas tubulações estão totalmente seguras e sem vazamentos assim evitando quebras de pisos ou paredes já acabadas.
 
Em um edifício geralmente por ser uma obra de grande porte, você não tem como saber se as tubulações estão totalmente sem vazamentos, fazendo os testes preventivos de água limpa, gás, esgoto e hidrante, você vai estar totalmente seguro de entregar sua obra sem preocupações.
 
Contrate uma empresa especializada como a Porto Alegre CAÇA VAZAMENTOS.
 
Atendemos na Zona norte, Sul, Leste, Oeste e Centro de São Paulo e Grande SP 24 horas.
Caça Vazamento em PVC Caça Vazamento em Cobre Caça Vazamento em Cano de Ferro Caça vazamento em Reservatórios Caça Vazamento em vasos sanitários Caça Vazamento em Registros Caça Vazamento em Piscinas
 
Locais de atendimento
Caça Vazamento Zona Norte Caça Vazamento Zona Sul Caça Vazamento Zona Leste Caça Vazamento Zona Oeste
 
Dicas Para economizar água
 
No banheiro:
É o lugar onde mais se consome água em uma residência.
Feche a torneira enquanto escova os dentes, faz a barba ou ensaboa as mãos.
Não tome banhos demorados, tente limitar em 6 minutos. Desligue o chuveiro enquanto se ensaboa. Só ligue o chuveiro depois de tirar toda a roupa.
Uma válvula de vaso sanitário gasta muita água em um único aperto. Não acione à toa e aperte somente o tempo necessário. Mantenha a válvula regulada.
Não jogue lixo no vaso sanitário (fio dental, cabelos...). Evite entupimento.
Na hora da compra, dê preferência às caixas de descarga no lugar das válvulas. Adquira modelos de baixo consumo de água.
Em banheiros públicos use a água de torneira também com moderação. Vários centros comerciais já instalaram sensores ou torneiras que fecham automaticamente a fim de evitar o desperdício deste importante recurso natural.
 
Na lavanderia:
Deixe a roupa acumular e lave tudo de uma vez.
Se for lavar a roupa na mão, feche o tanque, coloque as roupas de molho em água e sabão e só use água corrente para enxaguar.
Feche a torneira enquanto ensaboa e esfrega a roupa.
Não use sabão em excesso para evitar maior número de enxágues.
Só use a máquina de lavar com a carga máxima de roupas.
Reaproveite a água da máquina de lavar roupas para lavar o quintal.
Instale aerador (peneirinha) nas torneiras da casa para reduzir a vazão.
Não exagere no uso de produtos de limpeza, como a água sanitária que contém cloro. Use com moderação, de acordo com as recomendações dos fabricantes.
 
Na cozinha:
Antes de lavar a louça, limpe pratos e panelas e deixe-os de molho.
Feche a torneira enquanto ensaboa a louça.
Se usar máquina de lavar louça, só ligue quando estiver cheia.
Deixe as verduras em água com um pouco de vinagre por alguns minutos antes de lavar.
Utilize sabão ou detergente biodegradáveis, que não poluem os rios porque se decompõe mais facilmente.
Ao comprar máquina de lavar roupas ou lavar pratos, verifique no manual o consumo de água do produto.
 
Não jogue óleo de frituras ou restos de comida em pias ou na privada, pois pode causar entupimentos e dificulta o tratamento do esgoto. A Sabesp orienta para colocar o óleo em um recipiente bem fechado para não vazar (garrafa) e depositar no lixo comum (orgânico). Outros especialistas afirmam que o ideal é procurar um posto de coleta próximo.
Encontre receita de sabão de óleo de cozinha no sitewww.triangulo.org.br. Segundo a ONG Ação Triângulo que recolhe óleo vegetal em casas e empresas, um litro de óleo contamina 1 milhão de litros de água - o suficiente para uma pessoa usar durante 14 anos. Isso acontece porque o óleo impede a troca de oxigênio e mata todos os seres vivos como plantas, peixes e microorganismos. O óleo também impermeabiliza o solo contribuindo para as enchentes.
Você sabia que muitos sabonetes e sabões de roupa (em barra) são feitos de sebo de boi?
 
No jardim, no quintal, na calçada:
Ao lavar o carro use o balde com pano em vez de mangueira. Procure lavar menos o carro, principalmente na época de falta de chuvas.
Não regue as plantas em excesso ou com mangueira. Use um balde ou um regador. Não regue nas horas mais quentes do dia ou quando estiver ventando muito para evitar a perda de água pela rápida evaporação. Molhe a base das plantas e não as folhas.
Não use mangueira para limpar a calçada e sim uma vassoura. Quando necessário, use um balde no final da limpeza.
Procure aproveitar a água das chuvas. Capte-a na saída das calhas. Use para regar o jardim ou limpar a casa.
Em vez de cimentar todo o quintal, deixe um espaço para jardim e ajude a água da chuva a infiltrar-se na terra.
Mantenha a caixa d’água limpa. Ela deve ser lavada pelo menos a cada seis meses.
 
Verifique os vazamentos:
Torneira pingando desperdiça muita água. Sempre que necessário troque o "courinho".
Verifique o vaso sanitário jogando cinzas no fundo da privada. Se houver movimentação é porque há vazamento na válvula ou na caixa de descarga.
Para detectar vazamentos como canos furados, mantenha os registros abertos e feche todas as torneiras e saídas de água do imóvel, não use o sanitário e observe se o relógio de água (hidrômetro) se altera depois de uma hora sem uso de água.
Observe se não há manchas de umidade nas paredes.
Conserte os vazamentos de imediato, assim que forem notados.
 
Quanto desperdiça:
Escovar dentes com torneira aberta = 80 litros
Lavar louça com torneira aberta = 100 litros
Lavar carro com mangueira em meia hora = 560 litros
Lavar calçada com mangueira = 280 litros
Banhos longos = 95 a 180 litros
 
Feche bem as torneiras para que não pinguem.
 
Outras dicas para preservar a água:
Não jogue lixo nos lagos, córregos, rios e mar.
Novos edifícios com hidrômetros individuais por apartamento, estimulam a economia de água e a conta é mais justa, pois cada família só paga o quanto consome.
Adote a idéia do reuso da água sempre que possível.
Organize um grupo para plantar árvores ao longo das margens de um córrego ou para limpar, recuperar e conservar um pedaço de terra degradada. Recolher plásticos na praia ajuda a salvar animais marinhos.
Como cidadão e consumidor:
Informar às distribuidoras sobre vazamentos de água e exigir do governo um órgão regulador forte e presente para fiscalizar a eficiência das distribuidoras.
 
Exigir da prefeitura e governantes:
- Políticas públicas que impeçam a ocupação de áreas de preservação de mananciais. Combater a destruição das matas ciliares que protegem os cursos d’água e exigir o replantio de onde foram extintas. 
- Investimentos em distribuição de água tratada e tratamento de esgoto. Além de poupar vidas, irão diminuir os gastos com saúde no país. 
- No nordeste brasileiro: obras de melhoria na infraestrutura de distribuição (modernizar e ampliar), perfuração de poços de água, uso de cisternas para armazenamento e revitalização do Rio São Francisco. 
- Adotar um manejo adequado dos resíduos como: sistemas de coleta seletiva e reciclagem, aterros sanitários, estações de recebimento de resíduos tóxicos como restos de tinta e solventes.
 
Os consumidores podem organizar-se e exigir que as indústrias se responsabilizem pelo manejo de seus resíduos tóxicos. Cobrar 
isto dos órgãos de controle ambiental.
Pressionar as empresas para que produzam detergentes, produtos de limpeza e embalagens que causem menores impactos ambientais.
Na indústria introduzir técnicas de reúso da água, tratamento de efluentes e reduzir o desperdício nos processos industriais. 
Na agricultura, armazenar mais água da chuva e reduzir o desperdício ao irrigar as plantações. Utilizar métodos e equipamentos de irrigação poupadores de água. Reduzir o uso de fertilizantes e agrotóxicos.  Implantar medidas de controle de erosão do solo. No campo ou na cidade evitar a obstrução dos rios. Fazer o descarte adequado de embalagens de agrotóxicos (consulte www.inpev.org.br).
 
Prefira produtos orgânicos para estimular o cultivo de alimentos livres de agrotóxicos que poluem os recursos hídricos e podem prejudicar a sua saúde.
Lembre-se de fechar a torneira depressa.
Contato

Telefones para contato
(51) 3013-2370
(51) 9999-9530
Caça Vazamento Porto Alegre - Central de Orçamento (51) 3013-2370 / 9999 -9530 - Desentupidora Porto Alegre - Dedetizadora Porto Alegre
Avenida São Paulo, 245 - São Geraldo / Navegantes - Porto Alegre - RS, 90230-161 (0xx)51 3224-0691
Grupo Porto Alegre atende todos as Cidades do Rio Grande do Sul:

Alvorada, Cachoeirinha, Campo Bom, Canoas, Estância Velha, Esteio, Gravataí, Guaíba, Novo Hamburgo, São Leopoldo, Sapiranga, Sapucaia do Sul, Viamão, Dois Irmãos, Eldorado do Sul, Glorinha, Ivoti, Nova Hartz, Triunfo, Charqueadas, Nova Santa Rita, Montenegro, Taquara, São Jerônimo, Arroio dos Ratos, Santo Antônio da Patrulha, Igrejinha , Aceguá, Alegrete, Alto Erval Novo, Alto Feliz, Alto Paredão, Arroio do Meio, Arroio do Padre, Arroio do Sal, Arroio do Sol, Arroio do Tigre, Arroio Dos Ratos, Bagé, Balneário Pinhal, Bandeirinha, Banhado do Colégio, Barra do Guarita, Bela Vista, Bento Gonçalves, Boa Esperança, Boa Vista, Boca do Monte, Bom Jardim, Bom Jesus, Butiá, Butiás, Caçapava do Sul, Cacequi, Cachoeira do Sul, Cachoeirinha, Camaquã, Cambará do Sul, Campina das Missões, Campinas, Campo Bom, Candelária, Canela, Canguçu, Capão, Capão Comprido, Capão da Canoa, Capivari do Sul, Carajá Seival, Carazinho, Charqueadas, Cristal, Cristo Redentor, Cristo Rei, Cruz Alta, Cruzeiro do Sul, Dois Irmãos, Dom Pedrito, Dom Pedro de Alcântara, Douradilho, Eldorado do Sul, Eletra, Encruzilhada, Encruzilhada do Sul, Erechim, Espumoso, Estância Grande, Estância Velha, Esteio, Faria Lemos, Farroupilha, Flores da Cunha, Floresta, Garibaldi, Garibaldina, Gentil, Rolante, Getúlio Vargas, Giruá, Glória, Grama, Gramado, Gravataí, Guaíba, Herval, Hidráulica, Igrejinha, Ijuí, Ilha dos Marinheiros, Imbé, Ivoti, Jaguarão, João Rodrigues, Júlio de Castilhos, Lagoa dos Três Cantos, Lagoa Vermelha, Lajeadinho, Lajeado, Mauá, Maximiliano de Almeida, Minas do Leão, Modelo, Monte Alverne, Monte Bonito, Montenegro, Mormaço, Morrinhos, Nova Hartz, Nova Milano, Nova Petrópolis, Nova Prata, Nova Santa Rita, Nova Sardenha, Nova Tramandaí, Novo Hamburgo, Osório, Oswaldo Cruz, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Passo Novo, Pavão, Pedras Brancas, Pedro Osório, Pinhal, Pinhal Alto, Progresso, Quaraí, Quaraim, Quinze de Novembro, Rosário do Sul, Sananduva, Santa Bárbara, Santa Bárbara do Sul, Santa Clara do Sul, Santa Cristina, Santa Cruz da Concórdia, Santa Cruz do Sul, Santa Flora, Santa Inês, Santa Luiza, Santa Maria do Herval, Santa Rita, Santa Rosa, Santa Teresinha, Santa Vitória do Palmar, Santana, Santo Ângelo, Santo Antônio, Santo Antônio da Patrulha, Santo Antônio do Planalto, Santo Augusto, São Leopoldo, São Lourenço do Sul, São Luís Gonzaga, São Marcos, São Martinho, São Paulo das Tunas, São Pedro, São Pedro do Sul, São Roque, São Sepé, São Lourenço das Missões, Sapiranga, Sapucaia do Sul, Saraiva, Sarandi, Soledade, Sossego, Taim, Tapejara, Tapera, Tapes, Taquara, Taquari, Terra de Areia, Teutônia, Torres, Touro Passo, Tramandaí, Três Coroas, Três de Maio, Três Forquilhas, Três Passos, Triunfo, Uruguaiana, Vacaria, Vale dos Vinhedos, Vale Verde, Vanini, Venâncio Aires, Vendinha , Veranópolis, Vertentes, Vicente Dutra, Xangri Lá